EJUD16: último dia do ano letivo contou com descerramento de foto na galeria de ex-diretores e lançamento de livro

Data da Notícia   Ter, 10 de Dezembro de 2019 01h03min
Usuário   Nenhum
 
 
Desembargadora Márcia Andrea e o ministro Luiz Philippe descerrando a foto na galeria de ex-diretores da EJUD16

Após o descerramento, desembargadora Márcia é aplaudida pelo desembargador Américo Bedê Freire e pelo Ministro Luiz Philippe

Na última sexta-feira (6), a Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª realizou cerimônia de encerramento do ano letivo. Após as palestras, proferidas no Auditório Juiz Ari Rocha, houve o descerramento da foto da desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva na galeria de ex-diretores da EJUD16, e lançamento de livro em homenagem à Escola Judicial, organizado pelo desembargador do TRT-MA James Magno Araújo Farias. 
Durante o descerramento da foto, realizado no primeiro andar do prédio-sede, foi ressaltado o histórico da magistrada e seus feitos no Poder Judiciário. Na oportunidade, estiveram presentes o ministro do Tribunal Superior do Trabalho e diretor da ENAMAT (Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho), Luiz Philippe Vieira de Melo Filho, e os desembargadores que atuaram como diretores da EJUD16 ao longo desses 10 anos. 
Em sua fala, a desembargadora Márcia Andrea agradeceu aos presentes e confessou que exercer o cargo de diretora da Escola Judicial sempre foi um sonho. Ela relembrou a trajetória do TRT-MA, na captação de recursos e demais necessidades, para a instalação da Escola, e destacou a importância dos servidores para o exercício da EJUD. 
A desembargadora ressaltou que, mesmo com a estrutura pequena da Escola Judicial, o trabalho em conjunto com a equipe foi primordial. "Eu tenho a convicção de que, apesar das dificuldades, dirigir essa escola também me trouxe alegria inexplicável", completou. 
Lançamento de livro - o evento encerrou com o lançamento do livro "Trabalho e Humanidade", organizado pelo desembargador James Magno Araújo Farias, com prefácio do ministro do Tribunal Superior do Trabalho Douglas  Alencar Rodrigues, e composto por textos de vários colaboradores, entre os quais, do desembargador do TRT Gerson de Oliveira Costa Filho; e dos juízes Paulo Mont’Alverne Frota, titular da 7ª Vara do Trabalho de São Luís; Bruno de Carvalho Motejunas, titular da Vara do Trabalho de Bacabal; Theanna de Alencar Borges, juíza do trabalho substituta da 1ª Vara do Trabalho de Imperatriz. 
Segundo o desembargador James Magno, a obra, editada pela LTr, é uma homenagem ao centenário da Organização Internacional do Trabalho e aos 10 anos da EJUD16. São 22 ensaios que abordam o trabalho como elemento fundamental para o ser humano, perpassando por temas como assédio moral no trabalho, a desconsideração da personalidade jurídica da empresa, acidentes de trabalho, proteção da infância, dentre outros tópicos.  
"Nós não podemos pensar em sociedade sem trabalho e não podemos pensar em uma sociedade sem um trabalho digno e a OIT tem essas preocupações básicas", afirmou o desembargador. Conforme James Magno, esse é o primeiro livro publicado em homenagem à EJUD16. Para adquiri-lo, é só clicar aqui.
Redação: Lucas Ribeiro (estagiário de Jornalismo)
Jornalista Responsável: Suely Cavalcante.

 

Notícia lida 282 vezes