Escolas participantes do Programa TRT na Escola realizam culminâncias

Data da Notícia   Qua, 27 de Novembro de 2019 09h26min
Usuário   Suely Cavalcante
 
 
Juíza Angelina participando das atividades com crianças da UEB Professora Luzenir Mata Roma

Um dos alunos da UEB Professora Luzenir Mata Roma em atividade sobre o trabalho infantil

As culminâncias foram realizadas pelas oito escolas que estão participando do Programa TRT na Escola/TJC 2019, nos dias 10, 11, 21, 23 e 24 de outubro, e 4, 5 e 6 deste mês. O programa é coordenado pela Escola Judicial (EJud16) do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (Maranhão). As culminâncias são preparatórias para a culminância geral prevista para o próximo dia 13 de dezembro, às 8h, no Auditório Juiz Ari Rocha, localizado no prédio-sede do TRT.
Desenvolvidas nas sedes das escolas, as culminâncias tiveram recitais de poesias, peças teatrais e outras atividades culturais envolvendo os temas trabalho infantil e trabalho análogo à condição de escravo. Nesses encontros, os estudantes aproveitam para compartilhar o que aprenderam sobre os temas que foram apresentados pelos professores em sala de aula.
O roteiro das culminâncias iniciou pela Unidade de Ensino Básico (UEB) Professora Luzenir Mata Roma, na manhã do dia 10 de outubro. A juíza do trabalho substituta da 3ª Vara do Trabalho de São Luís e coordenadora local do Programa TRT na Escola/TJC, Angelina Moreira de Sousa Costa, acompanhou as atividades. No dia seguinte, a juíza Joana D’Arck Sanches da Silva Ribeiro participou, à tarde, da culminância no Centro Educacional Cidade Operária II.
Nos dias 21, 23 e 24 de outubro, as culminâncias ocorreram nas UEB Sagarana II e Piancó e no Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) do Itaqui-Bacanga, respectivamente. O juiz Carlos Eduardo Evangelista Batista dos Santos, titular da Vara do Trabalho de Açailândia e presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 16ª Região - AMATRA XVI, acompanhou as atividades na UEB Sagarana II; a magistrada Angelina esteve no IEMA.
Nos dias 4, 5 e 6/11, as atividades foram realizadas, respectivamente, na UEB Jackson Lago, cuja culminância foi acompanhada pela juíza do trabalho substituta, coordenadora do CEJUSC-JT, Ângela Cristina Carvalho Mota Luna; IEMA localizado no Centro, que contou com a presença do juiz Carlos Eduardo; e na UEB Manuela Varela.
Visitas ao Fórum Astolfo Serra - entre os dias 11 e 14 deste mês, alunos e gestores das unidades de ensino também visitaram as instalações do Fórum Astolfo Serra, sede das Varas do Trabalho de São Luís. A visita ao Fórum faz parte da programação do TRT na Escola e tem por objetivo mostrar um pouco do dia a dia da prática forense, bem como levar as crianças para conhecerem as dependências do Poder Judiciário Trabalhista. Além de conhecerem as salas de audiências e os (as) magistrados (as), alunos e gestores também visitaram a Seção de Biblioteca e Gestão Documental e o Centro de Memória e Cultura da Justiça do Trabalho no Maranhão (CEMOC). No dia 11, as visitas foram dos estudantes do IEMA do Centro e IEMA Itaqui-Bacanga. No dia 12, foi a vez da UEB Sagarana II e do Centro Educacional Cidade Operária II. No dia 13, as visitas foram feitas pelas equipes das UEB Professora Luzenir Mata Roma e Manuela Varela; e dia 14, alunos e gestores das UEB Piancó e Jackson Lago.  
TRT na Escola - desenvolvido em parceria com o Programa TJC (Trabalho, Justiça e Cidadania) da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (ANAMATRA), Associação dos Magistrados do Trabalho da 16ª Região (AMATRA XVI) e Ministério Público do Trabalho da 16ª Região (MPT-MA), o Programa TRT na Escola foi iniciado em 2012, tendo como objetivos o fomento de debates sobre o trabalho escravo, o trabalho infantil e o trabalho seguro, bem como a disseminação de informações sobre cidadania, direitos sociais e direitos trabalhistas, com noções básicas de Direito do Trabalho, estrutura e funcionamento da Justiça do Trabalho, a fim de colaborar para conscientizar as crianças e os adolescentes sobre seus direitos, e os preparando para serem multiplicadores dos conhecimentos entre com familiares, amigos, entre outros.

Notícia lida 199 vezes